Criança descobre moeda da antiga Jerusalém que pode ter sido cunhada no templo há 2 mil anos

Foto: CBN News

Uma criança encontrou uma moeda em Israel de siclo de prata que os arqueólogos dizem que pode ter sido cunhada por um sacerdote no Monte do Templo em Jerusalém há 2 mil anos.

Liel Krutokop, de 11 anos, descobriu a moeda rara no momento em que vasculhava a sujeira antiga durante uma “experiência arqueológica” familiar feita em coordenação com a Cidade de David e o Parque Nacional Emek Tzurim em Jerusalém.

Nós despejamos o balde com a sujeira na peneira e, ao filtrar as pedras que estavam dentro, vi algo redondo“, disse Krutokop em um comunicado. “No começo eu não sabia o que era, mas parecia diferente de todas as outras pedras … Fiquei muito animado”, disse.

A moeda estava gravada com “Segundo Ano”, apontando que foi usada durante o segundo ano da Grande Revolta dos Judeus contra o Império Romano entre 67-68 DC.

Do outro lado da moeda, está uma inscrição marcando a sede do Sumo Sacerdote, e ao lado dela, aparece em hebraico antigo as palavras “Santa Jerusalém”.

Nesse caso, podemos dizer com cautela que esta moeda é, aparentemente, um dos únicos itens que temos hoje e que se originou no próprio Templo [Monte]”, explica o Dr. Robert Kool, chefe do Departamento de Moedas da Autoridade de Antiguidades de Israel, acrescentando ainda que a moeda provavelmente foi feita de prata de alta qualidade encontrada nas reservas do Segundo Templo.

Ele conclui afirmando que “este é um achado raro, pois dos muitos milhares de moedas descobertas até hoje em escavações arqueológicas, apenas cerca de 30 moedas são de prata, do período da Grande Revolta”.

Do Diário Gospel com informações da CBN News

Por José Souza

Baiano, José Souza é um Jornalista. Atuou como freelancer para diversos sites conhecidos. Hoje, é colaborador do Diário Gospel. (Registro Profissional-5171/BA). E-mail: jjsouza_19@hotmail.com

Confira também:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Todos os Direitos Reservados ©2021 Diário Gospel