Medicamento para tratamento do câncer de mama é incorporado ao SUS

Os pacientes com câncer de mama agora podem contar com o medicamento Trastuzumabe Entansina, indicado em monoterapia – método em que o processo de tratamento é feito usando apenas uma droga ou procedimento – para tratamento de pacientes classificados no nível HER2-positivo da doença.

A Portaria que incorpora o medicamento ao Sistema Único de Saúde (SUS) foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) da última segunda-feira (12).

“A tecnologia recebeu recomendação favorável de incorporação ao Sistema Único de Saúde SUS após passar por avaliação da Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no Sistema Único de Saúde (Conitec), responsável por assessorar a pasta nas atribuições relativas à incorporação, exclusão ou alteração de tecnologias em saúde pelo SUS”, explica o ministério.

Mortes por câncer de mama

Em 2018, mais de 620 mil mulheres morreram de câncer de mama em todo o mundo. No Brasil, o número total de novos diagnósticos ao ano chega a 60 mil, resultando em uma taxa de incidência de 60/100 mil habitantes.

No ano de 2017, o Instituto Nacional de Câncer (INCA) reportou 16.724 mortes em mulheres. No ano seguinte, o Brasil foi o quarto país com a maior incidência em câncer de mama e o quinto em mortalidade.

De acordo com a OMS, a estimativa é que a incidência entre as brasileiras nos próximos 20 anos possa ter um aumento de 47%.

Comentários

Por José Souza

Baiano, José Souza é um Jornalista. Atuou como freelancer para diversos sites conhecidos. Hoje, é colaborador do Diário Gospel. (Registro Profissional-5171/BA). E-mail: jjsouza_19@hotmail.com

Confira também:

Todos os Direitos Reservados ©2023 Diário Gospel