Davi Alcolumbre marca sabatina do Pastor André Mendonça para esta quarta-feira

Reprodução

O Senador, Davi Acolumbre (DEM-AP), presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), marcou para esta quarta-feira, 1º de dezembro, a sabatina do advogado e Pastor, André Mendonça, quatro meses depois de receber a indicação do Presidente da República, Jair Bolsonaro.

O ex-ministro da Justiça e ex-advogado-geral da União é candidato a assumir uma vaga de ministro do STF (Supremo Tribunal Federal).

Se passar pela sabatina na CCJ, André Mendonça vai precisar ter seu nome aprovado pelo plenário do Senado. Com o aval dos senadores, o Pastor poderá ocupar a vaga do ministro Marco Aurélio Mello, que se aposentou em julho deste ano.

No começo do governo, Jair Bolsonaro havia anunciado que iria indicar alguém “terrivelmente evangélico” para a Suprema Corte. Ele se referia a André Mendonça, Pastor presbiteriano que conquistou a confiança de Bolsonaro por sua atuação à frente da AGU e do Ministério da Justiça e da Segurança Pública, pasta que também comandou por quase um ano depois da saída de Sergio Moro.

Antes da data ser marcada, vários parlamentares, aliados de André Mendonça, pediram que Davi Acolumbre colocasse a sabatina para o dia 30 de novembro devido o dia ser simbólico para os apoiadores do indicado, já que em 30 deste mês, é comemorado o Dia do Evangélico, o que não foi possível.

Por José Souza

Baiano, José Souza é um Jornalista. Atuou como freelancer para diversos sites conhecidos. Hoje, é colaborador do Diário Gospel. (Registro Profissional-5171/BA). E-mail: jjsouza_19@hotmail.com

Confira também:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Todos os Direitos Reservados ©2022 Diário Gospel